Édina Cristina Echer Brito, Advogado

Édina Cristina Echer Brito

Rio de Janeiro (RJ)
5seguidores16seguindo
Entrar em contato

Principais áreas de atuação

Direito Ambiental, 33%

É um ramo do direito, constituindo um conjunto de princípios jurídicos e de normas jurídicas volt...

Direito Administrativo, 33%

É um ramo autônomo do direito público interno que se concentra no estudo da Administração Pública...

Direito Civil, 33%

É o principal ramo do direito privado. Trata-se do conjunto de normas (regras e princípios) que r...

Comentários

(2)
Édina Cristina Echer Brito, Advogado
Édina Cristina Echer Brito
Comentário · há 5 anos
Achei seu texto muito bem escrito e até concordo com alguns de seus argumentos. Contudo, ainda acredito que a Democracia e a vontade da maioria, pelo menos neste caso deva prevalecer.

A redução da Maioridade penal de fato por si só não vai resolver o problema da violência e criminalidade, mas não da para continuar assistindo essa impunidade de braços cruzados.

Sou a favor da redução da maioridade penal, pois penso que o jovem de 16 anos hoje, não é o mesmo jovem de 20 anos atrás. Vivemos em uma outra época. O que se vê, é jovens até menores de 16 anos, fazendo coisas que muitos adultos ainda nunca fizeram. Esses jovens não são mais crianças, eles inclusive tem discernimento para votar e escolher quem vai representá-los perante a sociedade.

Não responsabiliza-los por suas ações quando se trata principalmente do bem mais precioso que é a VIDA me parece contraditório.

O que de fato é real, é que não existe no Brasil uma política de ressocialização para presos, seja ele menor ou não. Neste ponto eu concordo com você a maioria só quer saber de resolver o problema de forma rápida e sem pensar muito. Não vejo muitas pessoas falando em o que fazer com esses jovens, o que querem é resolver o problema. Simplesmente joga-los em um presídio sem oferecer nada e ainda gerar um custo altíssimo para o Estado não é a solução.

Penso que deveria tramitar em paralelo uma proposta que vise de fato ressocializar. E para mim ressocializar só tem uma forma através de TRABALHO, este sim dignifica o homem.

O preso deveria pagar com trabalho o alto custo que gera ao Estado, isso diminuiria os custos e ainda daria uma profissão a este ser, que se não tiver nada para fazer, vai sair dali pior do que entrou com certeza.

Peço desculpas, não quero me estender com o assunto da redução da maioridade penal, pois o tema levantando por você não é este.

A questão aqui é saber até que ponto a decisão da maioria é mais adequada.

O fato é que a Democracia que vivemos, não é a real vontade do povo. Elegemos alguns representantes que teoricamente deveriam expressar a nossa vontade, mas o que acontece é que eles não estão nem um pouco preocupados em resolver o problema, o que querem é mostrar para a população que estão fazendo alguma coisa, que estão acolhendo o clamor da sociedade. Apesar de concordar com a redução da maioridade penal, tenho que dizer que muito do que se vê é pura jogada para enganar o povo.

Ninguém em tempo algum representa ninguém com total imparcialidade. O erro não está na democracia e sim na representatividade!!!!

Hoje, com a internet é possível votarmos diretamente nas questões propostas, ou seja, votar diretamente em propostas, deixando o voto transparente, sem a necessidade de termos representantes que só querem extorquir dinheiro da população.

Recomendações

(3)

Perfis que segue

(16)
Carregando

Seguidores

(5)
Carregando

Tópicos de interesse

(23)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Rio de Janeiro (RJ)

Carregando

Édina Cristina Echer Brito

Entrar em contato